Sobre o Instituto

KMC

NOSSA HISTÓRIA 

INSTITUTO KENNETH MARTIN COELHO foi fundado em 22 de Abril de 2007, como uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos, por um grupo de profissionais com o objetivo de apoiar às redes de combate à violência na cidade de Campo Grande/MS, em prol da cultura da paz. Acreditamos na profissionalização do setor, incluindo a adaptação e confecção de técnicas psicológicas/sociais e pós modernas efetivas, que amplifiquem a capacidade de enfrentamento da comunidade aos problemas, auxiliando-as a assumir a autoria de suas histórias.

A partir deste pensamento, buscamos parcerias com Institutos especializados no estudo da família e iniciamos a formação dos primeiros profissionais especializados em Terapia Familiar na cidade de Campo Grande/MS.

O atendimento clínico/social gratuito à famílias em situação de risco ou violência teve o seu início com a supervisão clínica do professor Luis Carlos Osório, escritor de referência na Terapia Familiar do Brasil.

No ano de 2012, a importância do nosso trabalho passa a ser reconhecida com a conquista do Título de Utilidade Pública Estadual e Municipal.

Em abril de 2015 é iniciado o projeto de mediação popular na cidade de Indaiatuba - SP, com o intuito de implantação de filial na cidade.

VISÃO

Desenvolver ações que contribuam efetivamente para minorar o ciclo de violência na cidade de Campo Grande/MS e Indaiatuba/SP, imbuídas na cultura da paz, consolidando um modelo de atendimento a família que sirva de amparo para iniciativas em todo o território nacional.

MISSÃO

Promover ações que possibilitem o resgate de competências e potencialidades, para o atendimento dos grupos socialmente vulneráveis, incluindo a capacitação de equipe multiprofissional.

 

DADOS DA ENTIDADE

INSTITUTO KENNETH MARTIN COELHO - KMC

Rua Euclides da Cunha, 1431. Santa Fé

CEP: 79021-200 / Campo Grande-MS

CNPJ: 08.858.092/0001-57

Data de Inscrição no CNPJ: 16/05/2007

Entidades Mantenedoras: Angico Agrop. Ltda / Espaço Gaia Ltda

Maria Helena do E. S. Coelho

Reconhecimento de Utilidade Pública Estadual e Municipal.